Buscar
 


Diagnóstico


O diagnóstico da paralisia facial periférica é clínico, ou seja, é realizado através do exame físico.
O paciente apresenta paralisia dos músculos do rosto de um ou dos dois lados, podendo variar o quanto são acometidos.

Já para descobrir a causa e quanto o nervo facial foi acometido, é necessário a realização de diversos exames incluindo exames de sangue, exames de audição (audiometria), exames de imagem (Tomografia Computadorizada e/ou Ressonância Magnética), exames elétrofisiológicos (eletroneuromiografia), biópsia entre outros.

Somente um médico pode avaliar o problema para determinar a causa e estabelecer o melhor tramento a ser seguido, sendo o Otorrinolaringologista, o especialista mais apropriado a ser consultado nestes casos.
 

Sinusite

 

     Copyright © 2017 Fundação Otorrinolaringologia